Peregrinações

As peregrinações são uma tradição em quase todas as religiões. No Islamismo todo o muçulmano adulto, de ambos os sexos, física e financeiramente capacitado, deve fazer, pelo menos uma vez na vida, a haji, peregrinação à cidade sagrada de Meca, na Arábia Saudita.
voo-historia-julho
No Judaísmo, Jerusalém é o centro de referência religiosa e único lugar de peregrinação. O local mais sagrado é o monte do Templo, aonde acorrem as levas de peregrinos.
O que é Peregrinar? O que é uma peregrinação?
Peregrinar é um ritual que depende da conceção que temos de Deus, do homem e do mundo. Peregrinação é uma jornada empreendida, por motivos religiosos, a um lugar considerado de algum modo sagrado ou milagroso.
Peregrino é todo aquele que faz parte de uma “viagem” desta natureza. A origem do termo peregrino está relacionada com Santiago de Compostela, o primeiro grande local de peregrinação desde a descoberta da tumba do apóstolo Tiago Evangelista, por volta do ano 829. Os que vão à Terra Santa são chamados de “palmeiros” e de “romeiros” os que vão a Roma.
O peregrino (tem raiz do latim, per agrum – através do campo) inicia a sua peregrinação com o destino em mente, fruto de uma intenção que leva no coração. Durante a caminhada, para além de todas as dores e dificuldades de quem caminha, faz o discernimento de si e do mundo, tem momentos de introspeção, meditação, contacto com a natureza, sem esquecer as gentes hospitaleiras com quem se vão cruzando.
Podemos afirmar que as peregrinações têm uma raiz bíblica: Abraão que parte para a terra prometida (Gn 12, 1-9); o povo de Israel que vive 40 anos em peregrinação em busca da terra prometida (Ex 19,1-38); os discípulos que são enviados dois a dois…
A história da Igreja está cheia de exemplos de peregrinos que querem espalhar a palavra de Deus, como foi exemplo Francisco de Assis.
No Cristianismo existem uma multiplicidade de locais de peregrinação: Belém, Santuário de Fátima, Santuário de Cristo Rei, Santuário do Bom Jesus de Braga,… Mas há as chamadas peregrinações maiores:
Terra Santa – assiste-se desde os primeiros séculos do cristianismo a peregrinações aos locais onde Cristo nasceu, pregou e morreu, ganhando grande ênfase o Santo Sepulcro. Fundaram-se associações, confrarias, ordens militares para protegerem os peregrinos em viagem. Roma – santificada pelo martírio de milhares de cristãos e lugar presumível dos túmulos de Pedro e Paulo. Santiago de Compostela – cuja popularidade no século XII rivalizava com Roma, onde segundo a lenda estaria o túmulo do apóstolo Tiago, irmão de João Evangelista.
Votos de uma boa peregrinação a quem inicia esta viagem gratificante.

Texto elaborado para o DNPJ

Fontes:
Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s